menu
Topo

Saúde

Sintomas, prevenção e tratamentos para uma vida melhor

Solteiros têm mais risco de desenvolver demência, diz estudo

Getty Images
Imagem: Getty Images

Do VivaBem, em São Paulo

29/11/2017 13h20

É solteiro inveterado? Então você pode ter um bom motivo para querer mudar o status civil. É que, de acordo com um novo estudo publicado no Journal of Neurology, Neurosurgery and Psychiatry, quem vive sozinho tem 42% mais risco de desenvolver demência do que quem é casado.

E sobrou até para quem perdeu o parceiro... Segundo os pesquisadores, os viúvos também têm 20% de chance a mais de ter a doença.

"Não pensamos que seja o casamento em si que reduz o risco de demência. O possível efeito protetor do casório está relacionado a ter um estilo de vida mais saudável e com mais estímulos sociais", afirmou Andrew Sommerlad, psiquiatra do University College London e principal autor do artigo à “CNN”.

Para o estudo, Sommerlad e seus colegas analisaram dados de 15 estudos feitos com mais de 800 mil pessoas do mundo inteiro.

Depois de analisar esse material, os pesquisadores descobriram que quem permaneceu solteiro a vida toda e quem tinha perdido o parceiro tinham mais chance de desenvolver demência em comparação aos casados, independente da idade e do sexo.

O risco também era aumentado para outras doenças, como diabetes e pressão alta.

No entanto, Sommerlad destaca que ainda são necessários sobre a contribuição do casamento na diminuição do risco de demência, além de entender a relação entre o tempo de viuvez e um maior risco de ter a doença.

SIGA O VIVABEM NAS REDES SOCIAIS
Facebook: https://www.facebook.com/VivaBemUOL/
Instagram: https://www.instagram.com/vivabemuol/
Inscreva-se no nosso canal no YouTube: http://goo.gl/TXjFAy