Saúde

Sintomas, prevenção e tratamento de doenças

Solteiros têm mais risco de desenvolver demência, diz estudo

Getty Images
Imagem: Getty Images

Do VivaBem, em São Paulo

29/11/2017 13h20

É solteiro inveterado? Então você pode ter um bom motivo para querer mudar o status civil. É que, de acordo com um novo estudo publicado no Journal of Neurology, Neurosurgery and Psychiatry, quem vive sozinho tem 42% mais risco de desenvolver demência do que quem é casado.

E sobrou até para quem perdeu o parceiro... Segundo os pesquisadores, os viúvos também têm 20% de chance a mais de ter a doença.

"Não pensamos que seja o casamento em si que reduz o risco de demência. O possível efeito protetor do casório está relacionado a ter um estilo de vida mais saudável e com mais estímulos sociais", afirmou Andrew Sommerlad, psiquiatra do University College London e principal autor do artigo à “CNN”.

Para o estudo, Sommerlad e seus colegas analisaram dados de 15 estudos feitos com mais de 800 mil pessoas do mundo inteiro.

Depois de analisar esse material, os pesquisadores descobriram que quem permaneceu solteiro a vida toda e quem tinha perdido o parceiro tinham mais chance de desenvolver demência em comparação aos casados, independente da idade e do sexo.

O risco também era aumentado para outras doenças, como diabetes e pressão alta.

No entanto, Sommerlad destaca que ainda são necessários sobre a contribuição do casamento na diminuição do risco de demência, além de entender a relação entre o tempo de viuvez e um maior risco de ter a doença.

SIGA O VIVABEM NAS REDES SOCIAIS
Facebook: https://www.facebook.com/VivaBemUOL/
Instagram: https://www.instagram.com/vivabemuol/
Inscreva-se no nosso canal no YouTube: http://goo.gl/TXjFAy

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Cintia Cercato
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Agência Estado
do UOL
Blog da Lúcia Helena
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
EFE
Agência Estado
BBC
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
AFP
Agência Estado
do UOL
Agência Estado
Blog da Lúcia Helena
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
AFP
do UOL
BBC
do UOL
do UOL
Agência Estado
AFP
do UOL
do UOL
AFP
Cintia Cercato
do UOL
do UOL
Topo