VivaBem

"Já fui vítima da ditadura da magreza e hoje me aceito", diz Mariana Xavier

Raquel Cunha/Folhapress
Mariana Xavier em ensaio na praia de São Conrado, no Rio de Janeiro Imagem: Raquel Cunha/Folhapress

Juliana Vaz

Colaboração para o VivaBem

28/11/2017 04h20

Quando a atriz Mariana Xavier postou uma foto de lingerie no Instagram, com a legenda “Sem maquiagem, sem photoshop, sem filtro e com sono”, recebeu cerca de 100 mil curtidas. E, para ela, isso quer dizer muito sobre como as pessoas estão cansadas de não se reconhecerem nas publicações. “Elas sentem falta de referências possíveis e reais em suas vidas”, acredita.

Aos 37 anos, Mariana revela que nem sempre foi feliz e bem resolvida com sua forma física. “Eu sou, na verdade, uma vítima da ditadura da magreza. Até os 17 anos, não passava dos 52 quilos de jeito nenhum. Aos 18, quando voltei a morar no Rio de Janeiro e entrei na faculdade, engordei uns três quilos e fiquei desesperada, achando que ia ficar feia e gorda.”

Reprodução/Instagram
Mariana Xavier em foto de lingerie que ganhou quase 105 mil 'likes' Imagem: Reprodução/Instagram
A atriz tomou remédios para controlar o apetite que resultaram em um efeito rebote ao suspender a medicação, engordando mais do que os quilos perdidos. Ela seguiu alternando entre os altos e baixos da balança e, aos 26 anos, se deu conta de que sua saúde estava em jogo.

"Em um ano, engordei 20 quilos. Descobri que tinha tireoidite de Hashimoto, uma doença autoimune que faz o organismo fabricar anticorpos que atacam a glândula da tireoide, e precisei fazer uma escolha entre continuar sofrendo ao tentar emagrecer ou me aceitar como estava e transformar isso em algo positivo.

Foi nesse momento que comecei a ser reconhecida como 'gordinha'.

Combatendo a gordofobia

Diante do quadro hormonal alterado, Mariana faz acompanhamento médico diversas vezes ao ano e precisa ingerir diariamente, em jejum, uma dose suplementar de hormônio e cuidar da alimentação, sem neuras. “Minha agenda é maluca, mas procuro manter regularidade nos horários das refeições para não ficar muitas horas sem comer. Faço também escolhas saudáveis. Se vou a um restaurante, escolho peixe que vai ser algo raro de preparar em casa.”

Uma das bandeiras que a atriz levanta é o combate do preconceito disfarçado de saúde que é infringido às pessoas gordas. “Cansei de ver o olhar de julgamento e ouvir críticas direcionadas ao meu corpo disfarçadas de preocupação com minha saúde. Nenhum olhar é capaz de medir a glicose ou colesterol! Isso é preconceito”, afirma.

Web virou grande aliada

Mariana acredita que as redes sociais são aliadas nessa luta. “As pessoas estão se empoderando e exigindo representatividade. Minha luta é pelo respeito. Se amanhã eu decidir que cansei e quero perder peso, é um direito meu e ninguém pode julgar”.

A atitude bem resolvida da atriz é uma construção, como gosta de reiterar. “Fiz terapia muitos anos e cuidar da mente foi essencial. É uma pena que esse tratamento não seja acessível à maioria da população, mas a internet tem sido uma ótima aliada.”

3 dicas de Mariana para a autoaceitação

  1. “Foque em suas qualidades. Ao olhar no espelho, veja o formato bonito dos seus olhos ao invés da espinha ou qualquer outro ‘defeito’”;
  2. “Pare de buscar a aprovação externa para sua beleza, se respeite! Seu corpo conta uma história única e ele é parte do todo. O que você sente e é importa muito mais”;
  3. “Todo mundo tem altos e baixos, não é porque você está se aceitando que jamais vai ter dúvidas sobre seu caminho ou nunca mais vai acordar se achando péssima”.

SIGA O VIVABEM NAS REDES SOCIAIS
Facebook: https://www.facebook.com/VivaBemUOL/
Instagram: https://www.instagram.com/vivabemuol/
Inscreva-se no nosso canal no YouTube: http://goo.gl/TXjFAy

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais VivaBem

Topo