menu

Topo

Saúde

Sintomas, prevenção e tratamentos para uma vida melhor


Para tratar esquizofrenia, terapia coloca paciente "cara a cara" com voz

Divulgação
Imagem: Divulgação

Do VivaBem, em São Paulo

25/11/2017 11h44

Um dos sintomas mais comuns da esquizofrenia são as alucinações, que causam angústia e ansiedade nos pacientes. Mas uma nova terapia experimental promete ajudar quem sofre com a doença.

Apelidada de "Terapia do Avatar", a técnica consiste em "dar uma cara" para as vozes das alucinações.

O estudo, publicado na revista científica The Lancet Psychiatry, foi feito com 150 pacientes no Reino Unido que conviviam com a esquizofrenia há 20 anos e sofriam com alucinações auditivas por mais de um ano.

Destes, 75 fizeram a terapia do avatar, enquanto o restante passou pela terapia tradicional. Todos seguiram com a medicação antipsicótica habitual durante o estudo.

Antes de iniciar a terapia do avatar, os pacientes trabalharam com uma terapeuta para criar a simulação computadorizada da voz que eles ouviam, o que ela costumava falar, como soava e como era fisicamente.

Feito isso, os pacientes passaram por sessões de terapia com o avatar uma vez por semana durante dois meses. O terapeuta que conduzia as sessões deixava que os pacientes falassem "cara a cara" com o avatar por cerca de 15 minutos, assumindo o controle da conversa. O avatar reconhecia as forças e qualidades do paciente e deixava com ele o "controle do relacionamento".

Tom Craig, professor que liderou o estudo, disse que os resultados forneceram "provas precoces de que a terapia com avatar melhora rapidamente as alucinações auditivas".

"Até agora, essas melhorias parecem durar até seis meses para esses pacientes. No entanto, são necessárias mais pesquisas para otimizar a forma como o tratamento é entregue e demonstrar que é eficaz para mais pacientes”, fala.

De acordo com a ABP (Associação Brasileira de Psiquiatria), a esquizofrenia é um transtorno psiquiátrico que afeta cerca de uma em cada 100 pessoas em todo o mundo. Os sintomas mais comuns são delírios e alucinações e, ainda que o tratamento medicamentoso reduza esses sintomas, muitos pacientes ainda sofrem com eles.

SIGA O VIVABEM NAS REDES SOCIAIS

Facebook: https://www.facebook.com/VivaBemUOL/
Instagram: https://www.instagram.com/vivabemuol/
Inscreva-se no nosso canal no YouTube: http://goo.gl/TXjFAy