Saúde

Sintomas, prevenção e tratamento de doenças

Dificuldade para dormir? Pensar que você tem insônia piora seu sono

Getty Images
Imagem: Getty Images

Do VivaBem, em São Paulo

24/11/2017 20h23

Se você é daqueles que deita na cama, apagas as luzes, tenta cair no sono mas não consegue dormir por nada, você não está sozinho. A insônia é um transtorno comum e é considerada uma questão psicológica, até porque a terapia deve ser o primeiro tratamento procurado –-e não os remédios.

A revista científica Behavior Research and Therapy desvendou mais um mistério para tentar ajudar a vida de quem, mesmo cansado, não consegue pregar o olho. Acontece que o problema está na sua cabeça e só de se identificar como um insone você aumenta os sintomas de insônia.

Doido, não?  É como se fosse uma auto influência, sabendo que tem insônia, você não se permite virar a Bela Adormecida. De alguma forma, quem controla o mal-estar e cansaço causados pelas poucas horas dormidas é você mesmo.

O raciocínio é o seguinte: quanto menos satisfeito você estiver com o seu sono, pior você vai se sentir quando acordar. Se você dormir quatro horinhas, mas não se preocupar com isso, é menos provável que você passe o dia seguinte morrendo de cansaço, fadiga e falta de ânimo. Quanto mais você se angustiar, ficar desesperado virando de um lado para o outro e batendo a cabeça no travesseiro, pior será sua próxima manhã.

O estresse da situação dificulta ainda mais o sono e te deixa mais sensível aos sintomas. Além disso, ter essa identidade de insone está ligado a efeitos negativos como hipertensão, depressão e ansiedade, de acordo com a pesquisa.

A dica é tirar a palavra insônia do vocabulário. Os cientistas responsáveis pelo estudo esperam que as terapias destinadas as melhoras do sono abordem primeiro o auto estigma, ajudando os pacientes a se desapegarem do rótulo e da convicção de que são insones, para poder manter a mente aberta durante o tratamento. Eles podem se sentir melhor mesmo que não durmam muito mais.

SIGA O VIVABEM NAS REDES SOCIAIS

Facebook: https://www.facebook.com/VivaBemUOL/
Instagram: https://www.instagram.com/vivabemuol/
Inscreva-se no nosso canal no YouTube: http://goo.gl/TXjFAy

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Cintia Cercato
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Agência Estado
do UOL
Blog da Lúcia Helena
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
EFE
Agência Estado
BBC
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
AFP
Agência Estado
do UOL
Agência Estado
Blog da Lúcia Helena
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
AFP
do UOL
BBC
do UOL
do UOL
Agência Estado
AFP
do UOL
do UOL
AFP
Cintia Cercato
Topo