Movimento

Inspiração pra fazer da atividade física um hábito

7 dicas para potencializar seu treino na esteira

iStock
Correr na esteira Imagem: iStock

Gabriela Guimarães

Colaboração para o UOL

17/11/2017 04h00

É possível colher mais benefícios ao praticar o exercício adotando algumas estratégias sugeridas por especialistas em Educação Física e Nutrição. Um deles é a queima calórica mais eficiente. Saiba o que fazer quando está na esteira para potencializar seu treino.

Fontes: Antonio Herbert Lancha Junior, professor titular de nutrição da Escola de Nutrição da USP. Ricardo Zanuto, nutricionista e educador físico, professor do curso de Nutrição e de Educação Física das Faculdades Integradas de Santo André (FEFISA) e coordenador de cursos de pós-graduação lato sensu da FEFISA e da Universidade Gama Filho (UGF). Weruska Barrios, nutricionista da Beneficência Portuguesa de São Paulo.

1) Aumentar a inclinação

Ao fazer isso, você eleva o nível de dificuldade e, consequentemente, aumenta o gasto calórico. Essa é uma boa alternativa para quem não consegue correr, mas quer intensificar o treino. Vale lembrar que, ao elevar a inclinação, pode ser que você não consiga sustentar a atividade por muito tempo, nem andar em velocidade maior. Portanto, o ideal é ir se adaptando aos poucos, conforme o esforço que seu corpo é capaz de suportar.

2) Correr

Em geral, a corrida queima mais calorias do que a caminhada, se você percorrer a mesma distância. E uma das vantagens de correr na esteira é que você consegue manter um ritmo estável, pois não há obstáculos no caminho. Porém, quem nunca correu precisa passar pela avaliação de um profissional de educação física para receber orientações e um treino adequado e, assim, evitar lesões.

3) Monitorar o rendimento

Hoje em dia, existem diversos equipamentos que ajudam a ter ideia do nível de dificuldade e esforço durante o treino, como o próprio frequencímetro. E trabalhar na faixa cardíaca adequada é fundamental para garantir um bom gasto calórico, sem forçar demais o corpo. O que os especialistas indicam é que os batimentos cardíacos fiquem entre 65% e 75% da frequência cardíaca máxima. Para calcular esse limite, é só subtrair a sua idade de 220. Assim, se tem 35 anos, sua frequência máxima deverá ser de 185 batimentos cardíacos por minuto.

iStock
Imagem: iStock
4) Aliar o exercício aeróbico ao fortalecimento muscular

Quando você, além de correr ou caminhar, faz musculação e treinamentos de flexibilidade, consegue melhorar muito o desempenho na esteira. Assim, também acelera o gasto calórico, além de prevenir lesões.

5) Se alimentar bem antes do treino

Sem energia e disposição, não há quem consiga aproveitar bem o treino. E o principal combustível para o nosso corpo, na hora da malhação, é o carboidrato, que vem do pão, das massas, das frutas etc. Então, antes de subir na esteira, vale fazer um sanduíche com um tipo de proteína magra – frango, peixe ou carne vermelha --, folhas verdes e pão integral. Outra boa pedida é fazer um suco de frutas ou preparar uma água aromatizada com canela ou gengibre, para acompanhar. Esses alimentos são termogênicos, ou seja, ajudam a acelerar o metabolismo, promovendo uma queima maior de gordura.

6) Investir na hidratação

É mito que beber água gelada durante o treino faz com que você queime mais calorias. Mas é imprescindível manter a hidratação enquanto estiver na esteira, para auxiliar no processo de regulação da temperatura corporal e garantir a energia necessária para persistir no exercício.

7) Variar o treino

Para aumentar a intensidade do treino, intercalar caminhadas e corridas, em diferentes intensidades, é uma boa estratégia. A metodologia conhecida como HIIT (treinamento intervalado de alta intensidade) tem o objetivo de proporcionar um estímulo forte por um curto período de tempo, seguido de uma fase de recuperação -- em que é possível diminuir a velocidade da esteira e apenas caminhar. Depois, o ciclo deve recomeçar. Para fazer um treino desse tipo, o ideal é contar com o auxílio de um profissional de educação física.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

do UOL
Blog Marcio Atalla
Estilo
do UOL
do UOL
Agência Estado
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Blog do Fernando Guerreiro
do UOL
Blog Marcio Atalla
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Blog do Fernando Guerreiro
do UOL
Blog Marcio Atalla
do UOL
do UOL
VivaBem
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Blog do Fernando Guerreiro
Blog do Fernando Guerreiro
Blog Marcio Atalla
do UOL
do UOL
Blog do Fernando Guerreiro
Blog do Fernando Guerreiro
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Blog do Fernando Guerreiro
do UOL
do UOL
Blog do Fernando Guerreiro
do UOL
Estilo
Topo