Viva Bem

Movimento

Inspiração pra fazer da atividade física um hábito

Musa do movimento "body positive" fala como preparar seu corpo para o verão

Mirian Bottan e seu belo "corpo de verão" imagem: Reprodução/Instagram/@mbottan

Do UOL, em São Paulo

15/11/2017 14h06

Depois de superar a bulimia e a ortorexia (quando a pessoa tem um obsessão por alimentos considerados saudáveis), Mirian Bottan, 30, passou a dividir suas experiências nas redes sociais e hoje virou uma das embaixadoras brasileiras do movimento “body positive”, que prega a aceitação do próprio corpo.

E pouco mais de um mês da chegada do verão, ela fez um apelo nas redes sociais, dizendo --ironicamente-- qual é a melhor maneira de seus seguidores “prepararem o corpo para o verão”.

A primeira dica é: “Compre um biquíni/maiô para o seu corpo atual. Tente procurar conforto, aposte em modelos diferentes. O importante é comprar algo que você ache lindo de usar no corpo que você tem hoje!”.

Leia também:

Já a segunda dica: “Quando estiver maravilhosa com seu biquíni/maiô novo, lembre-se de levantar seu escudo contra a inconveniência, que serve tanto para paparazzi quanto para fiscais de corpo alheio. Dependendo do grau de inconveniência, o recado pode ser desde: ‘obrigada, vou anotar e passar para a equipe responsável’ até ‘vai ver se eu estou na esquina, meu anjo’”.

“Depois de você seguir esses passos, com certeza estará pronta para o verão. Restando apenas uma última dúvida: estará o verão pronto para você?”, finaliza.

“Projeto verão” pode causar até desnutrição

Chega essa época do ano e muitas pessoas dizem que vão começar o tal “projeto verão”, esperando emagrecer para ir à praia sem "neuras". E aí quem não malhou o ano todo decide correr atrás do prejuízo para exibir uma boa forma que, muito provavelmente, não será obtida em curto espaço de tempo. E o pouco que se ganha tende a desaparecer rapidamente, já que o corpo precisa de cuidados frequentes para a manutenção da saúde e do peso.

E o pior: essa mudança brusca de comportamento também pode comprometer seriamente o físico, afinal, para obter resultado a curto prazo, o treinamento tende a ser intenso. Os prejuízos para a saúde podem ser ainda maiores quando uma dieta rigorosa, que exclui grupos alimentares, é associada aos exercícios intensos.

“Sem acompanhamento de especialistas, esse comportamento pode levar à desnutrição, desidratação e hipoglicemia, problemas associados à alta queima calórica sem a ingestão de alimentos compatível com o esforço”, diz o médico do esporte Marcos Henrique Ferreira Laraya, diretor da Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte.

Portanto, talvez seja melhor seguir as dicas de Mirian e curtir a praia, em vez de querer transformar seu corpo em um curto espaço de tempo.

Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Obs: Link e título da página são enviados automaticamente ao