menu
Topo

Saúde

Sintomas, prevenção e tratamentos para uma vida melhor

Tudo o que você sempre quis saber sobre ejaculação, mas nunca perguntou

iStock
Imagem: iStock

Gabriela Guimarães e Rita Trevisan

Colaboração para UOL

14/11/2017 04h00

Por que os homens ejaculam e quais os efeitos desse processo no corpo? Com a ajuda de especialistas, o UOL respondeu a essas e outras questões sobre o tema.

Por que o homem ejacula?

O principal objetivo da ejaculação é a fecundação, permitindo que, durante o sexo, os espermatozoides presentes no sêmen alcancem o óvulo. No corpo do homem, o processo é dividido em duas fases: na primeira, a bexiga se fecha e as secreções das glândulas periuretrais, da próstata, dos testículos e das vesículas seminais são liberadas na uretra. As respostas do sistema nervoso provocam a segunda fase, na qual o líquido que se encontrava na uretra é expelido.

O homem só ejacula se chegar ao orgasmo?

É comum que as duas reações aconteçam juntas, mas não é uma regra. A ejaculação é uma resposta mecânica do corpo, quando ocorrem contrações musculares que provocam a saída do sêmen. Já o orgasmo é o resultado de várias reações físicas e neurofisiológicas, que culminam em uma sensação de prazer intenso. Há homens que ejaculam e não sentem o orgasmo, às vezes por questões psicológicas. Por outro lado, há homens que atingem o orgasmo, mas não ejaculam, como é o caso dos pacientes submetidos a tratamento cirúrgico para câncer de próstata.

O que a ejaculação causa no corpo, do ponto de vista físico e até emocional?

São muitas as alterações que ocorrem no corpo do homem até o momento da ejaculação. Estímulos cerebrais, neurotransmissores e substâncias como dopamina, oxitocina, norepinefrina, serotonina, óxido nítrico, prolactina e os hormônios masculinos --os chamados androgênios-- têm um papel importante na ejaculação e no orgasmo. Há um aumento da frequência respiratória e do número de batimentos cardíacos. Ao atingir o clímax, ocorrem contrações da musculatura pélvica, que são prazerosas. A liberação de endorfinas provoca a sensação de bem-estar após o sexo, induzindo ao repouso.

É possível ter várias ejaculações durante o sexo?

O homem pode ter várias ejaculações durante o período do contato sexual, porém, após cada uma delas, existe a perda de ereção. A ereção vai retornar em tempos variáveis dependendo de cada homem, do nível de excitação, das condições físicas e da idade.

iStock
Você sabia que há homens que ejaculam e não sentem o orgasmo? Imagem: iStock

O que é ejaculação precoce?

Segundo o conceito médico, é quando o homem ejacula, sem conseguir controlar, antes da penetração ou em até 1 minuto após a penetração. A simples falta de controle da ejaculação, se estiver prejudicando o prazer do homem ou do casal, pode ser tratada com técnicas de psicoterapia e comportamentais. Geralmente, o paciente é treinado a perceber o nível de excitação por meio de estímulos progressivos --toque, masturbação, contato com par com e sem penetração-- e a interrompê-los antes de ejacular.

Faz mal retardar a ejaculação?

Não, mas a excitação prolongada pode aumentar a sensibilidade dos testículos, sensação que tende a melhorar espontaneamente durante o próprio ato sexual. Se a relação for interrompida e o sêmen fabricado não for expelido, ele será reabsorvido pelo organismo.

Homens que fizeram vasectomia ejaculam normalmente?

Sim. Na vasectomia é interrompida a passagem da secreção com os espermatozoides, que corresponde a cerca de 5% do volume total de líquido que o homem ejacula --o sêmen é formado, ainda, de secreções fabricadas em outras glândulas e nas vesículas seminais. Vale dizer que a a cirurgia também não afeta a ereção e nem a produção hormonal.

 

Fontes: Bruno Marroig, urologista do Hospital Caxias D'Or; Carlos Ricardo Doi Bautzer, urologista do Hospital Moriah; Ruimário Machado Coelho, urologista do Hospital INC (Instituto de Neurologia de Curitiba).