VivaBem

Pesquisa francesa diz as palavras que as pessoas mais falam durante o sono

iStock Images
Imagem: iStock Images

Do UOL, em São Paulo

25/10/2017 12h35

Você é uma daquelas pessoas que 'conversa bastante' enquanto dorme? De acordo com um novo estudo francês, que registrou o sono de mais de 200 participantes, o termo mais dito pelas pessoas nesses períodos foi "não", seguido pela palavra francesa "putain" ("puta", em tradução livre), que foi "800 vezes mais frequente nos participantes quando eles estavam adormecidos do que quando estavam acordados".

O estudo ainda descobriu que alguns participantes se tornavam verbalmente abusivos, enquanto os homens falavam mais do que as mulheres adormecidas, além de usarem mais palavrões.

"Na minha experiência, isso é culpa do sistema nervoso sendo superestimulado, algo que pode estar relacionado ao uso excessivo de tecnologia antes de cair no sono ou ao fato da pessoa tomar muita cafeína", avalia a Dra. Nerina Ramlakhan, terapeuta do sono e autora do livro "Fast Asleep, Wide Awake" (algo como "Adormecer rápido, acordar melhor", em tradução livre), durante entrevista ao The Guardian.

"Mas esses tipos de comportamentos também podem acontecer com pessoas que são bastante duras consigo mesmas. Esse perfeccionismo faz com que, muitas vezes, elas não digam o que realmente querem dizer. Quando vão dormir, isso afeta diretamente o sono", diz.

Segredos revelados?

A ideia de que dá para desenterrar os segredos mais profundos de alguém enquanto essa pessoa está dormindo é atraente. Existem, inclusive aplicativos que gravam a conversa durante o sono (como o Sleep Talk Recorder, em inglês), mas você poderia confessar um assassinato enquanto dorme? Ou que tem um amante, por exemplo?

Falar durante o sono geralmente reflete algum tipo de preocupação. Mas é melhor não levar muito a sério as palavras ditas por alguém neste momento.

O professor Jim Horne, ex-diretor do centro de pesquisa do sono da Universidade de Loughborough, na Inglaterra, e autor do livro "Sleeplessness: assessing sleep need in society today" ("Insônia: avaliando a necessidade do sono na sociedade hoje", em tradução livre), sugere que não devemos tentar avaliar demais o que é dito.

"Esse tipo de conversa tende a ocorrer durante um sono muito leve", explica. "Neste período, a mente é sinuosa e ruminante. Ou seja, está bastante confusa para falar algo realmente sério". Segundo o especialista, a situação é muito mais comum em crianças, e geralmente passa na idade adulta para a maioria das pessoas. "Mas ansiedade e estresse tendem a trazer esse comportamento de volta", diz Horne.

No entanto, falar no sono pode dizer uma coisa. "Alguém que persistentemente faz isso provavelmente está bastante ansioso e, ao prestar atenção no 'papo', dá para tentar ter uma ideia do que tanto o preocupa. Não mais do que isso", diz.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais VivaBem

Topo