VivaBem

Criança estressada? Meditação mindfulness pode reduzir ansiedade e dar foco

iStock
Imagem: iStock

Do UOL

25/10/2017 08h16

“A mindfulness vai ficar comigo pelo resto de minha vida”, disse A’layza Mitchel, uma estudante que luta contra a doença autoimune lúpus, ao site Vox. “[...] Eu sempre escuto notícias sobre como o lúpus vai me afetar. Com a mindfulness eu tenho um momento para processar os sentimentos.”

A jovem não é a única a fazer uso da prática. Esse tipo de meditação está sendo aplicado em centenas de escolas dos Estados Unidos como uma poderosa maneira de ajudar os estudantes a controlar o estresse.

As companhias e fundações responsáveis por introduzir o programa de mindfulness nas escolas afirmam que o verdadeiro valor da prática são os benefícios psicológicos --redução da ansiedade e melhora da atenção.

Estudos mostram que essa meditação reduz os níveis do cortisol, conhecido como hormônio do estresse, aumenta a densidade do cérebro em regiões ligadas ao aprendizado e à memória, e estimula o foco e a atenção.

Algumas escolas americanas estão usando o meio até como uma alternativa para disciplinar os alunos. Ao invés da detenção, há o cantinho mindfulness. Lá, os estudantes praticam métodos de respiração ou ioga --isso até diminuiu o número de suspensões.

iStock
Escolas estão aderindo à prática, para deixar as crianças mais calmas Imagem: iStock

Nos últimos anos, Erica Sibinga, pediatra e co-autora de um importante estudo publicado no JAMA, que mostrou a eficácia da mindfulness no tratamento de depressão e ansiedade em adultos, conduziu, junto com seus colegas, testes em escolas públicas americanas.

O estresse crônico de uma infância pobre coloca as crianças em desvantagem. Esse tipo de estresse --causado pela pobreza, violência e má nutrição-- deixa o corpo mais suscetível a inflamações e incapaz de lutar contra infecções.

“Se conseguirmos providenciar essa ferramenta [mindfulness] à juventude, ela pode reduzir o impacto negativo de alguns traumas”, disse Erica. Em seu teste, ela aplicou aulas desse tipo e meditação nos alunos e descobriu que houve melhoras nos níveis de ansiedade, hostilidade e sintomas pós-traumáticos.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais VivaBem

Topo