VivaBem

Essa proteína deixa seu coração saudável, sem que você precise se exercitar

iStock
Imagem: iStock

Do UOL

17/10/2017 10h28

Atividades físicas fazem com que o coração aumente de tamanho, mas no bom sentido, ajudando-o a bombear sangue de forma mais eficiente e diminuindo as chances de falhar. Contudo, parece que um tipo de proteína faz o mesmo que o exercício ao órgão, e pode ser extremamente útil no tratamento de certos tipos de doenças cardíacas.

“Chamada de cardiotrofina 1, ela estimula o crescimento benéfico do coração”, diz Lynn Megeney, autor do estudo, cientista no "The Ottawa Hospital" e professor na Universidade de Ottawa, no Canadá. “Ela faz com que cada célula muscular do órgão pareça e se comporte como se tivessem acabado de se exercitar. O coração ganhará esses benefícios, que são normalmente atribuídos a atividades físicas, mas apenas com a proteína isolada.”

Isso poderá ser útil para pessoas que sofrem de certos tipos de insuficiência cardíaca. Os processos convencionais que tratam de apenas uma parte desse problema não oferecem muita ajuda a pessoas com questões específicas, como a falência no ventrículo direito, segundo Megeney. “Geralmente, a única solução para esses pacientes é o transplante.”

iStock
Ratos têm coração parecido com o do humano, por isso foram as cobaias Imagem: iStock

Pesquisa ainda será feita em humanos

A proteína foi testada em camundongos e se mostrou efetiva ao limitar a progressão da insuficiência do lado direito do coração. “A biologia do coração de um rato é na verdade muito similar a de um humano”, disse ele. Depois de injetada nos animais, a substância ativou uma série de proteínas, induzindo um efeito ‘dominó’ celular, que beneficia o órgão.

Os cientistas planejam uma pesquisa clínica em pacientes com insuficiência nos próximos três anos, enquanto investigam simultaneamente outros fatores ou drogas que têm papeis semelhantes aos da cardiotrofina. “Estamos tentando fazer isso o mais rápido possível”, disse Megeney.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais VivaBem

Topo