Movimento

Inspiração pra fazer da atividade física um hábito

Homem emagrece 36 quilos para doar fígado para a mãe

Reprodução/Facebook
Brian Bolduc, 38, emagreceu 36 quilos para doar o fígado para sua mãe Imagem: Reprodução/Facebook

Do UOL

01/10/2017 11h06

Há anos Brian Bolduc, 38, queria emagrecer, mas só encontrou motivação depois que a vida da sua mãe dependia disso. Rose Bolduc precisava passar por um transplante de fígado e Brian poderia ser doador, mas estava muito acima do peso.

Determinado a ajudar sua mãe, Brian focou em sua meta e emagreceu 36 quilos em um ano. O transplante foi realizado em setembro e o fígado de Brian irá se regenerar em alguns meses.

“Duas vidas foram salvas: a da minha mãe e a minha. Minha mãe me deu a vida e eu consegui devolver isso para ela”, afirmou ao site do programa americano TODAY.

A jornada para descobrir a doença de Rose começou há três anos, quando ela passou a se sentir muito cansada. Após exames de sangue e uma biopsia no fígado, eles descobriram que ela estava com cirrose e precisava passar por um transplante.

Quando Brian descobriu que era possível doar o órgão em vida, já que ele é o único com capacidade de regeneração, ele fez testes para saber se era compatível.
“Foi aí que o médico me chamou e disse que eu era muito gordo e que em 20 anos eu também teria cirrose, como a minha mãe, que desenvolveu a doença por acúmulo de gordura no fígado”, relembra.

Na época, Brian pesava 125 quilos e era obeso, pois tinha um IMC acima de 40. Os médicos informaram que, para doar o fígado para sua mãe, seu IMC tinha que ser abaixo de 30.

Reprodução/Facebook
Imagem: Reprodução/Facebook
“Acho que foi o pior dia da minha vida. Eu estava muito deprimido, pois além de não poder doar, eu poderia ter que passar pelo mesmo que ela estava passando”, disse.

Ainda que a meta de emagrecer 36 quilos parecesse impossível, ajudar sua mãe foi o maior motivador para Brian, que passou a usar um aplicativo de contagem de calorias para controlar o que comia.

Ele também contou ao TODAY que passou a buscar versões mais saudáveis de seus alimentos favoritos. Por exemplo, trocar a pizza tradicional por uma de couve-flor.

Além de focar na alimentação, Brian também ia para a academia de três a quatro vezes por semana. “Fazia uma hora de esteira e uma hora de musculação. E, fora da academia, me esforçava para me movimentar. Abandonei o elevador e passei a subir e descer escadas sempre”, conta.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Agência Estado
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Blog do Fernando Guerreiro
do UOL
Blog Marcio Atalla
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Blog do Fernando Guerreiro
do UOL
Blog Marcio Atalla
do UOL
do UOL
VivaBem
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Blog do Fernando Guerreiro
Blog Marcio Atalla
do UOL
do UOL
Blog do Fernando Guerreiro
Blog do Fernando Guerreiro
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Blog do Fernando Guerreiro
do UOL
do UOL
Blog do Fernando Guerreiro
do UOL
Estilo
do UOL
do UOL
Blog do Fernando Guerreiro
Estilo
do UOL
do UOL
Topo