VivaBem

"Ficar sentado é o novo 'fumar'", afirma médica em congresso de nutrologia

iStock
Ficar sentado por muito tempo pode aumentar risco de morte, mesmo para pessoas ativas Imagem: iStock

Do UOL, em São Paulo

28/09/2017 16h59

Você está lendo este texto sentado? Acho melhor se levantar. Ficar sem se mexer muito tempo e não buscar um estilo de vida saudável é extremamente prejudicial para o corpo.

Tem alguma dúvida sobre a saúde do seu corpo? Mande sua pergunta para o e-mail pergunteaovivabem@uol.com.br que nós encontraremos os melhores especialistas para respondê-la.

Para você ter ideia do estrago que a falta de movimentos traz, saiba que é possível fazer a conexão:  quanto mais tempo sentado maior o riso de mortalidade por doenças ligadas ao peso e falta de exercícios. “Ficar sentado é o novo 'fumar'”, disse Rita Raman, médica pediatra pela Universidade de Oklahoma, em palestra no Congresso Brasileiro de Nutrologia.

Pois é, o tempo gasto em uma cadeira pode encurtar a sua vida, mesmo se você se exercitar, de acordo com uma pesquisa publicada no Annals Of Internal Medicine, por cientistas da Universidade de Columbia, em Nova York, nos EUA.

Mas calma, não entre em desespero. O mesmo estudo sugere que reduzimos os riscos se conseguimos dar uma caminhada a cada meia hora.

Os cientistas usaram uma extensa base de dados que contava com dezenas de milhares de homens e mulheres caucasianos e afro-americanos com mais 45 anos.

Os voluntários passaram por uma série de exames de saúde e cerca de 8 mil deles utilizaram equipamentos para rastrear seus movimentos diários com precisão. O restante apenas contava sobre o tempo que ficou sentado ou em movimento.

Após quatro anos de acompanhamento, cerca de 5% dos participantes morreram. De acordo com as análises, o tempo sentado tinha grande relação com as mortes.

Os homens e mulheres que ficavam sentados durante a maioria das horas todos os dias tiveram o maior risco de morte precoce, especialmente se ficavam sem se mexer por mais de trinta minutos. O risco foi o mesmo independente do sexo, raça ou peso.

Curiosamente, o risco de morte diminuiu para aqueles que interromperam o tempo no sofá com frequência. Quem ficou sentado por cerca de 30 minutos e depois colocou os músculos para trabalhar mostrou menores chances de morte do que aqueles que sentavam sem interrupção por longos períodos, mesmo que o total de horas de assento de ambos fosse o mesmo.

Conclusão: tanto as horas totais sentadas a cada dia quanto se essas horas são acumuladas em períodos longos de restrição física influenciam a longevidade. Quer diminuir as chances de morte precoce? Se movimente. 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais VivaBem

Topo