Topo

VivaBem

Pesquisadores buscam 420 casais para testar anticoncepcional masculino

iStock
Voluntários homens precisarão aplicar o gel hormonal nos dois ombros uma vez por dia Imagem: iStock

Do UOL, em São Paulo

25/09/2017 17h26

Os criadores de um gel de anticoncepcional masculino, projetado para inibir a produção de esperma, mantendo níveis saudáveis de testosterona na corrente sanguínea, vão começar a recrutar casais de todo o mundo para um ensaio clínico.

De acordo com informações do site Scientific American, os pesquisadores estão em busca de 420 casais para se matricularem para a próxima fase do produto.

Os voluntários homens precisarão aplicar o gel hormonal nos dois ombros uma vez por dia. Depois, a segunda fase dos testes consiste em fazer testes de laboratório para acompanhar se o número de espermatozoides caiu para níveis extremamente baixos, o que pode demorar de dois a três meses. Para finalizar o teste, os casais serão analisados por um ano --período que terão de usar o gel como sua única forma de contracepção.

O projeto vai começar em 2018 e será liderado pelo Instituto Nacional de Saúde dos Estados Unidos e pelo Conselho da População.

A ideia do gel contraceptivo é ser uma alternativa masculina menos invasiva do que a vasectomia, que exige cirurgia e pode ser irreversível. O gel experimental introduz na corrente sanguínea uma combinação de testosterona e progestina, um hormônio que suprime a produção de esperma no organismo.

Ou seja, seria um produto para inibir os espermatozoides, assim como a pílula anticoncepcional feminina inibe a liberação dos óvulos nas mulheres.

A promessa é que o produto não interfira no corpo dos homens e que o efeito colateral mais comum seja a acne, provavelmente.

Mais VivaBem