menu
Topo

Alimentação

Ideias e informações para você comer melhor

Demerara, mascavo ou refinado: qual é a diferença entre cada açúcar?

Getty Images/iStockphoto
Na hora de adoçar a sua bebida, confira qual é a melhor opção para você Imagem: Getty Images/iStockphoto

Do UOL, em São Paulo

27/08/2017 04h15

Prestar atenção nos ingredientes dos produtos industrializados e reduzir o consumo de açúcar são hábitos essenciais para quem busca melhorar a própria qualidade de vida. Contudo, quando vão adoçar sua bebida, muitas pessoas ainda tem dúvidas na hora de escolher o açúcar. Afinal, qual seria o mais saudável?

Pensando nisso, separamos algumas dicas da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo para ajudá-lo a entender a diferença entre cada e fazer a melhor opção. Confira:

Getty Images
Imagem: Getty Images

O ideal seria preservar o gosto naturalmente doce dos alimentos, fazendo um uso bastante moderado do produto. Mesmo porque consumir açúcar refinado em excesso pode causar hiperatividade, inflamações, acne, lipogênese (acúmulo de gordura corporal) e ainda o risco de desenvolvimento da diabetes.

Entre as opções do produto, estão:

• Refinado: o ideal é substituí-lo por outra opção, pois ele perde mais de 90% de seus nutrientes no processo de refinamento, além de conter substâncias químicas que o ajudam a ficar branco e fino.

• Cristal: outro que também perde praticamente todos os seus nutrientes, apesar de não possuir tantos aditivos químicos quanto a versão refinada.

• Mascavo: por não precisar passar pelo processo de branqueamento, cristalização e refino, contém uma maior concentração de nutrientes, com destaque para o cálcio e o ferro.

• Demerara: apesar de também passar por um leve processo de refinamento, não recebe nenhum aditivo químico, o que ajuda a preservar melhor seus nutrientes.

• Orgânico: não possui nenhum tipo de ingrediente artificial e tem o mesmo poder adoçante, apesar de ser mais grosso e escuro do que a versão refinada.

• Light: trata-se da combinação entre o açúcar refinado comum e adoçantes artificiais, deixando-o com maior poder adoçante. Cuidado para não usar demais.

• Mel: contém cálcio, fósforo, potássio, sódio e manganês, vitaminas C e B e proteínas, além de possuir nutrientes funcionais como FOS (frutooligossacarídeos), importantes para o funcionamento do intestino.

ATENÇÃO: açúcar mascavo e mel são mais saudáveis por conterem mais nutrientes, no entanto, assim como o açúcar branco, aumentam a glicemia e favorecem o ganho de peso.