Equilíbrio

Cuidar da mente para uma vida mais harmônica

O segredo para a felicidade também envolve encarar os momentos de tristeza

iStock
Imagem: iStock

Do UOL

16/08/2017 13h09

Enquanto a pressão para ser feliz o tempo todo pode fazer você se sentir para baixo, aceitar o mau humor pode, na verdade, fazer você se sentir melhor ao longo do tempo, de acordo com um novo estudo da Universidade de Berkeley, na Califórnia.

“Nós descobrimos que as pessoas que habitualmente aceitam suas emoções negativas experimentam menos emoções negativas, o que leva a uma melhor saúde psicológica”, diz um dos autores do estudo Iris Mauss, um professor associado de psicologia da universidade.

O motivo ainda é incerto. Os pesquisadores podem somente especular porque aceitar suas emoções felizes pode neutralizá-las. “Talvez se você tiver uma atitude de aceitação em relação as emoções negativas, não dará muita atenção a elas”, diz Mauss. “E talvez, se você está constantemente julgando suas emoções, a negatividade pode se acumular”.

O estudo, que foi publicado no periódico “Journal of Personality and Social Psychology”, testou a relação entre a aceitação emocional e a saúde psicológica em mais de 1.300 adultos na área da baía de São Francisco e em Denver, no Colorado (EUA).

Os resultados sugeriram que as pessoas que comumente resistem ao reconhecimento de suas emoções mais pesadas ou as julgam difíceis, podem se sentir mais estressadas psicologicamente. Mas as que geralmente permitem tais sensações sombrias, como tristeza, desapontamento e ressentimento, reportaram menos sintomas de desordem de humor do que as pessoas que criticam esses sentimentos ou os evitam, mesmo após seis meses.

“Parece que a forma com que nos aproximamos de nossas próprias reações emocionais negativas é realmente importante para nosso bem-estar geral”, diz outro autor da pesquisa Brett Ford, um professor assistente de psicologia na Universidade de Toronto. “Pessoas que aceitam essas emoções sem julgá-las ou tentar mudá-las são capazes de lidar com o estresse com mais sucesso”.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Blog do Guilherme Giorelli
Blog do Prem Baba
do UOL
Blog da Lúcia Helena
Blog do Dan Josua
do UOL
Blog da Lúcia Helena
Mindfulness para o dia dia
Blog da Georgia Castro
Estilo
Blog do Guilherme Giorelli
Blog do Prem Baba
Blog da Lúcia Helena
Blog do Dan Josua
do UOL
Mindfulness para o dia dia
Blog da Lúcia Helena
do UOL
Blog da Georgia Castro
do UOL
Blog do Guilherme Giorelli
Blog do Prem Baba
Blog da Lúcia Helena
do UOL
Blog do Dan Josua
Estilo
do UOL
Mindfulness para o dia dia
Blog do Prem Baba
BBC
do UOL
Mindfulness para o dia dia
Blog do Prem Baba
do UOL
do UOL
Mindfulness para o dia dia
Blog do Prem Baba
Mindfulness para o dia dia
do UOL
Blog do Prem Baba
do UOL
Mindfulness para o dia dia
Blog do Prem Baba
do UOL
do UOL
do UOL
Blog do Prem Baba
do UOL
Blog do Prem Baba
Redação
Blog do Prem Baba
Topo