menu
Topo

VivaBem

Desconfortável na academia, mulher plus size vira sua própria professora

Reprodução/Youtube
Imagem: Reprodução/Youtube

Do UOL

10/07/2017 14h05

Quando começou a treinar, Lauretta Johnnie sentia que os professores só davam atenção para os alunos mais magros. Com manequim 50, ela acredita que a academia é um ambiente intimidador para uma plus size. Prova disso foi que em sua primeira visita ela não conseguia passar pela catraca.

Todos esses problemas fizeram com que Lauretta quisesse virar personal trainer. Em entrevista ao site americano Refinery 29, a fitness coach, fundadora da Full Figured Fitness, falou sobre sua missão de oferecer serviços para as mulheres que sentem excluídas da academia por conta do seu peso.

“Quis me tornar personal trainer por que não achava nenhum instrutor que me treinasse da maneira que eu queria”, afirmou. Segundo Lauretta, os instrutores normalmente modificam os exercícios para os alunos mais gordinhos, assumindo que eles não são capazes de fazer os mesmos movimentos que os magros.

Ela, então, decidiu criar um espaço para que outras mulheres, independente do físico ou do nível, pudessem se exercitar em paz. O objetivo não é emagrecer, mas sim promover o amor próprio e um estilo de vida mais saudável.

Ainda que a população esteja cada vez mais obesa, Lauretta diz que as academias e as marcas de roupas esportivas seguem usando modelos muito magras e musculosas. “Eles querem que as pessoas queiram emagrecer sempre. A Full Figured Fitness quer ir contra esses estereótipos de fitness e quer encorajar as pessoas plus size a se exercitarem”, afirmou.

Mais VivaBem