VivaBem

Zumba queima até mil calorias por hora; veja melhores danças para emagrecer

iStock
Imagem: iStock

Mariana Bueno

Colaboração para o UOL

06/06/2017 04h00

Dançar pode ser uma ótima alternativa para quem quer ou precisa sair do sedentarismo, mas não se adapta à academia nem às atividades físicas mais convencionais. As aulas de diferentes estilos e ritmos passam longe da monotonia e atraem cada vez mais alunos que buscam não só a perda de peso, mas também um pouco de diversão enquanto se exercitam.

Além da queima calórica, cada modalidade de dança trabalha partes diferentes do corpo, ajudando na definição e no fortalecimento. A seguir, os professores da rede Body Tech falam sobre as aulas que fazem mais sucesso por lá.

Ballet fitness

É inspirada no ballet clássico, mas não se baseia na dança e não há coreografias. O foco é no condicionamento físico, para um corpo mais forte, longilíneo e equilibrado. “De acordo com a sequência dos exercícios a ênfase de cada pode ser nas pernas, abdômen ou braços, variando o número de séries e repetições, trabalhando todo o corpo”, explica a professora Jéssica Ouverney.

Segundo ela, a modalidade é indicada para alunos de todos os níveis de condicionamento, de iniciantes a avançados. “O professor dará o estímulo de acordo com o nível de cada um”, afirma. A aula dura uma hora e queima entre 700 e 1.000 calorias. A indicação é de três a cinco por semana. “Quanto mais aulas, mais rápido os resultados começam a aparecer, como postura mais alinhada, músculos mais tonificados e definidos. A médio prazo muitas pessoas emagrecem”, diz.

Zumba

Mistura ritmos e culturas de todo o mundo. O professor de zumba Ricardo Carvalho explica que os movimentos são tecnicamente elaborados e adaptados para respeitar os limites em qualquer nível motor de cada aluno. “Qualquer pessoa pode praticar essa dança. As aulas são fáceis e têm muita diversão, fatores determinantes para que os alunos façam os movimentos com mais segurança, como se estivessem em uma festa. A aula é contínua, como uma balada onde as pessoas podem conhecer outras culturas”, diz.

Para cada ritmo existem movimentos específicos que caracterizam a dança. “Como é uma mistura, em uma aula de zumba podemos trabalhar grupamentos diferentes do corpo, tendo assim baixo risco de lesões e fadiga muscular, além de alto gasto calórico”, afirma. É possível queimar até 1.000 calorias em uma aula de 45 a 60 minutos.

Dança de salão

Forró, salsa, zouk, sertanejo e samba de gafieira são alguns dos ritmos que fazem parte desta modalidade. O professor Bruno Mendes explica que as aulas são sazonais, com três meses em cada ritmo. “Diferente de outras, que já começam direto na música, a dança de salão fica alguns minutos no início ensinando os passos e movimentos, e só depois começa efetivamente. Porque o objetivo não é só queimar calorias, é também aprender a dançar”, explica.

Ele diz, ainda, que as partes do corpo trabalhadas vão depender de cada ritmo. No samba, por exemplo, são as panturrilhas, a parte posterior das coxas e bumbum. O zouk, que é derivado da lambada, mexe mais o quadril e movimenta o corpo todo. E o abdômen é sempre trabalhado, porque é necessário manter uma postura.

Em uma hora de dança de salão é possível queimar entre 300 e 500 calorias. A recomendação do profissional é de pelo menos duas aulas por semana.

Dance Mix

Uma das novas modalidades que conquista cada vez mais adeptos, essa aula coletiva une ritmos como funk, axé, sertanejo e dance, com coreografias criadas e executadas no momento. “Tanto o aluno que está iniciando como o avançado conseguem fazer juntos. É uma dança solta, lúdica, o objetivo é se divertir”, diz o professor Jasiel Libório.

Ele explica que a aula de dance mix é uma das mais indicadas para quem quer começar a se exercitar e sair do sedentarismo. “É como uma terapia”, afirma. Como o dance mix trabalha o corpo todo, com movimentos de braços e pernas, o gasto calórico também é alto. São cerca de 600 calorias por aula de uma hora. A indicação é de duas a três por semana.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais VivaBem

Topo