Topo

VivaBem


VivaBem

Conselho denuncia Pugliesi ao MP por estelionato e falsa identidade

Reprodução/Instagram
Gabriela Pugliesi tem cerca de três milhões de seguidores no Instagram Imagem: Reprodução/Instagram

Do UOL

2017-02-20T18:03:43

20/02/2017 18h03

O caso de investigação do CREF1 (Conselho Regional de Educação Física do Rio de Janeiro) em cima de Gabriela Pugliese  está nas mãos do Ministério Público do Rio. De acordo com a entidade, nesta segunda-feira (20), a queixa-crime foi encaminhada ao MP e os envolvidos serão chamados ao Tribunal de Ética para esclarecimentos. A blogueira foi denunciada por supostamente dar aula de ginástica ilegalmente em um evento da Unilever, na praia da Barra, no fim de janeiro. As queixas partiram de profissionais da área. 

O documento protocolado no órgão público diz que existe "grave violação dos artigos 66 do Código de Defesa do Consumidor, por fazer afirmação falsa ou enganosa, ou omitir informação relevante sobre a natureza, característica, qualidade, quantidade, segurança, desempenho, durabilidade, preço ou garantia de produtos ou serviços; e Art. 68, fazer ou promover publicidade que sabe ou deveria saber ser capaz de induzir o consumidor a se comportar de forma prejudicial ou perigosa a sua saúde ou segurança”.

Além disso, fala sobre a “prática do crime de Perigo para a Vida ou a Saúde de outrem, previsto no Art.132 do Código Penal, e crime de Falsa Identidade, Art. 307 do mesmo código; Prática de crime de Estelionato, previsto no artigo 171 do Código Penal”.

Em entrevista ao UOL por e-mail, Pugliesi afirmou que não tem formação na área e que nunca deu aula de ginástica ou se apresentou como educadora física. Já Deborah Povoleri, contratada para dar a aula no evento, contou à reportagem que a avisaram sobre a presença do casal [Gabriela e o namorado, Erasmo Viana], que participaria do evento com o fim de fazer o marketing da marca. Segundo ela, "em nenhum momento a Gabriela disse que alguém tinha que fazer alguma coisa ou incentivou os alunos como professora". 

Mais VivaBem