Ditado "o que não mata fortalece" pode ter explicação científica

Getty Images
Fazer sauna ou "hot ioga" pode não ser uma má ideia, segundo a cientista Caroline Kumsta, líder da pesquisa Imagem: Getty Images

Do UOL

16/02/2017 13h02

Pesquisadores do instituto Sanford-Burnham Prebys Medical Discovery Institute, na Califórnia, nos Estados Unidos, descobriram que submeter o organismo a períodos de estresse leve como fazer sauna pode melhorar a autofagia celular –processo que consiste na degradação e reciclagem de estruturas danificadas—e, assim, melhorar a saúde e a longevidade.

A descoberta --publicada no site "ScienceDaily"-- foi feita observando-se um tipo de verme transparente que tem estruturas orgânicas similares aos seres humanos.

Na pesquisa, os vermes foram mantidos, durante uma hora, em incubadoras a 36ºC, uma temperatura substancialmente maior do que costumam ficar no laboratório. Após o período, observou-se que a taxa de autofagia aumentou em parte dos animais.

Os cientistas também observaram que um estresse térmico leve também pode melhorar a capacidade dos vermes de lidar com outra condição que piora com a idade: o acúmulo de proteínas agregadas, que é estressante para as células.

A descoberta pode ajudar a encontrar tratamentos para distúrbios neurológicos como a doença de Huntington --problema hereditário que provoca a degeneração progressiva de células do cérebro--, Alzheimer e Parkinson, males que têm a ver com o acúmulo de proteínas.

“Muitas pessoas têm nos perguntado se devem começar a fazer sauna ou ‘hot ioga’ [modalidade da atividade praticada em salas aquecidas]. Isso pode não ser uma ideia totalmente ruim. Estudos epidemiológicos indicam que o uso frequente de sauna está associado a uma vida mais longa”, disse a cientista Caroline Kumsta, líder do estudo, para o "ScienceDaily".

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais VivaBem

Topo