menu
Topo

Alimentação

Ideias e informações para você comer melhor

Aprenda a fazer a bebida probiótica kombucha

Heloísa Negrão

Colaboração para o UOL

29/11/2016 14h36

Kombucha é uma bebida milenar, bastante consumida na culinária oriental. É basicamente um chá verde ou preto fermentado e probiótico --ou seja, com microrganismos ‘do bem’ que previnem a colonização de bactérias indesejáveis no intestino e ainda atuam controlando a imunidade da mucosa gástrica, prevenindo a invasão de agentes infecciosos. Abaixo, Lucas Montanari, da Com Ciência Saúde, empresa que ministra cursos e presta consultoria sobre alimentação viva, ensina o passo a passo para fazer a bebida.

Ingredientes:
- 1 litro d’água;
- 5 gramas de chá por litro d’água (receita básica usa chá verde ou preto);
- 50 gramas de açúcar cristal por litro;
- 100 ml de kombucha pronto;
- 1 scoby (colônia-mãe de bactérias e leveduras);
- Suco de frutas ou especiarias;

Utensílios:
- 1 vidro (pode ser de palmito, esterilizado com água fervendo);
- Garrafinhas de plástico de 330 ml;
- Pano limpo;
- Elástico e peneira.

Modo de preparo:
- Em uma panela de sua escolha, ferva a água e dilua o açúcar. Desligue o fogo, acrescente o chá e tampe a panela por dez minutos.

- Com a peneira, coe o chá e deixe o líquido esfriar bem.

- Dentro do vidro de palmito, adicione 100 ml de uma kombucha já pronta. Na sequência, adicione o scoby dentro do mesmo vidro.

- Cubra com tecido limpo (TNT, fralda ou Perfex novo) e ponha um elástico de borracha na boca do vidro para segurar o pano. O tecido não entra em contato com o líquido.

- Depois de cinco dias (em média), quando a bebida estiver com um sabor levemente adocicado, o líquido deve ser novamente peneirado. O scoby que ficou na peneira deve ser guardado para as próximas infusões na geladeira e dentro de um outro vidro com 100 ml de água, para manter a colônia viva.

- Separe o líquido em garrafas de plástico e deixe 10% da garrafa vazia para adicionar o suco de frutas de sua escolha. Podem ser utilizados sucos integrais orgânicos prontos, frutas batidas, como limão, maçã, morango e abacaxi, ou apenas especiarias, como cravo, canela e gengibre.

- Feche a garrafa com uma tampa que lacre bem.

- A partir daí, começa a segunda etapa da fermentação, quando o açúcar da fruta é fermentado. É nesse passo que a mistura começa a soltar gás carbônico, o que dará o efeito gaseificado da bebida.

- A garrafa fechada deve ficar de 24 a 48 horas fora da geladeira. Esse processo deve ser acompanhado --a garrafa não pode estufar nem deformar demais.

- Depois desse período, ela está pronta para ser consumida. Se não for beber na hora, a kombucha dura na geladeira fechada por até três meses. Mas o ideal é fazer a quantidade para duas semanas, pois a fermentação não para na geladeira, somente desacelera.

Dicas: 
- Kombucheiros de primeira viagem não devem usar garrafinhas de vidro para o armazenamento. Por conta da pressão produzida pela fermentação, o recipiente pode explodir;

- Evite colocar toda a receita em uma única garrafa grande, pois toda vez que você abrir para beber, o contato da bebida com o ar vai transformá-la em vinagre, como acontece com o vinho;

- Não use utensílios metálicos na hora do armazenamento, pois o metal reage quimicamente com a colônia de bactérias;

- O chá verde ou preto pode ser substituído por chá mate, de hibisco ou jasmim. Hortelã e capim-santo têm óleos que destroem a colônia, então não são recomendados.