Saúde

Sintomas, prevenção e tratamentos para uma vida melhor

O que a aparência da língua diz sobre a sua saúde?

Arte/VivaBem
Imagem: Arte/VivaBem

Carolina Prado e Gabriela Guimarães

Colaboração para o VivaBem

23/01/2018 04h15

Já parou para pensar no quanto sua língua é importante? Sem ela, seria impossível falar ou mesmo sentir o sabor dos alimentos. Depois das refeições, então, o estômago teria trabalho dobrado, pois a digestão e a quebra dos alimentos começa com a mastigação, na qual a língua e a saliva têm papéis de destaque. Reparar nela é de grande ajuda para diagnosticar problemas de saúde. Alterações de volume e cor, assim como a presença de inchaços indicam desde uma simples febre e halitose até doenças mais sérias como refluxo, anemia, câncer e estresse.

6 aspectos da língua

  • Imagem: Arte/VivaBem
    Arte/VivaBem
    Imagem: Arte/VivaBem

    Rosada e lisa

    Uma língua saudável deve ser rosa, brilhante e ter a superfície lisa e homogênea. "Somente as línguas geográficas e a fissurada, que apesar de terem um aspecto diferente, são normais", diz o cirurgião-dentista e estomatologista Leandro Toyoji Kawata, do Centro de Estudos e Pesquisas Dr. João Amorim. A língua geográfica se caracteriza por pequenas lesões avermelhadas com bordas irregulares de tom cinzento-esbranquiçado, que lembram o contorno de um mapa. Daí o nome. Ela está ligada à hereditariedade, principalmente de pessoas sujeitas a alergias, como rinite, asma ou urticária.

  • Imagem: Arte/VivaBem
    Arte/VivaBem
    Imagem: Arte/VivaBem

    Clara demais

    Uma variação da cor rosada normal pode indicar vários problemas de saúde. A língua esbranquiçada pode sinalizar deficiência de ferro ou biotina, uma vitamina que desempenha papel importante na manutenção da pele, cabelos e unhas. Clique no leia mais para se informar sobre a biotina. Leia mais

  • Imagem: Arte/VivaBem
    Arte/VivaBem
    Imagem: Arte/VivaBem

    Vermelha demais

    Já a de cor avermelhada e inchada, muitas vezes, é resultado de falta de vitaminas E, B2 e B3, avisa o otorrinolaringologista Salomão Honório Pereira, do Hospital São Luiz Morumbi, em São Paulo. A língua muito vermelha, com pequenas bolinhas no dorso, com aspecto de framboesa, pode aparecer com a escarlatina, doença infecciosa causada pela mesma bactéria presente na faringite e amigdalite.

  • Imagem: Arte/VivaBem
    Arte/VivaBem
    Imagem: Arte/VivaBem

    Manchas brancas

    O surgimento de manchas ou placas brancas pode ser indicação de candidíase oral, infecção provocada por fungo. Sinaliza também uma deficiência do sistema imunológico, mais comum nas pessoas que contraíram o vírus HIV. Mas, calma, também pode ser apenas falta de uma limpeza adequada. Nesse caso, a cor é dada pelo acúmulo de saburra, a camada de resíduos gerados pelas papilas e restos de alimentos, que recobre o músculo. Para tirar a dúvida, veja se uma boa escovada resolve o problema.

  • Imagem: Arte/VivaBem
    Arte/VivaBem
    Imagem: Arte/VivaBem

    Ardência e calor

    Língua ardida, conhecida como glossodinia (síndrome da ardência bucal), além de desconfortável, pode significar deficiências nutricionais e alterações hormonais, como a menopausa. Por isso, é mais comum em mulheres acima de 40 anos. Pode ser também um indicativo de alterações emocionais. O alto nível de estresse e ansiedade produzem um aumento da adrenalina, que diminui a saliva, causando a sensação de boca seca. Esses fatores acabam por gerar mudanças na língua, desde pequenas lesões, responsáveis pela ardência e desconforto, até inflamações e infecções causadas por fungos, como a candidíase. A ardência na língua também pode indicar refluxo gástrico.

  • Imagem: Arte/VivaBem
    Arte/VivaBem
    Imagem: Arte/VivaBem

    Bolhas

    Podem ser causadas por infecções virais, como o Herpes simples tipo 1 ou infecções bacterianas, causadas por uma bactéria do tipo Staphylococcus. Nesse caso, primeiro elas aparecem na gengiva, depois se espalham sobre a língua. Elas também são comuns na presença de aftas que, quando são esporádicas, não representam grandes problemas, além do desconforto. Mas se aparecem com mais frequência, é preciso descobrir a causa. "Aftas são comuns em pessoas com baixa imunidade, com vírus HIV, câncer ou diabetes. Outros fatores, como estresse emocional, deficiência de ferro, vitamina B12 e ácido fólico, mudanças hormonais e alergias a determinados alimentos também facilitam seu aparecimento", explica a otorrinolaringologista Ana Cristina Lanfranchi Asprino. Caroços que indicam problemas mais severos, como câncer, podem ser confundidos com as bolhas. Por isso, qualquer lesão na língua, que não cicatriza em uma semana, deve ser examinada por um profissional.

Higiene diária

  • Cuidados com a língua

    Assim como você escova os dentes e passa fio dental, especialistas recomendam aproveitar esses momentos para fazer uma boa limpeza na língua. Existem raspadores apropriados, vendidos em farmácia para esse fim. Mas a própria escova dental resolve a limpeza. "A higiene pode ser feita passando a escova dental sobre o dorso, como se a pessoa estivesse varrendo a língua. Para evitar desconforto e ânsia, passe a escova de trás para frente e nunca em movimentos de 'vai e vem'. Ela deve ser colocada no local mais fundo da língua que der e ser trazida para frente, em direção à ponta, com movimentos suaves e repetidos", ensina a cirurgiã-dentista Aline Terra Biazon Jardim.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

do UOL
do UOL
do UOL
Blog da Lúcia Helena
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Blog da Adriana Vilarinho
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
AFP
do UOL
Cintia Cercato
Estilo
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Blog da Lúcia Helena
do UOL
VivaBem
do UOL
do UOL
do UOL
BBC
do UOL
do UOL
Blog do Maurício de Souza Lima
do UOL
BBC
do UOL
BBC
do UOL
Blog da Lúcia Helena
do UOL
do UOL
do UOL
BBC
Blog da Adriana Vilarinho
do UOL
Topo