Saúde

Sintomas, prevenção e tratamentos para uma vida melhor

Hora da limpeza: 6 coisas que você deve jogar fora e estão no banheiro

Getty Images
Imagem: Getty Images

Do VivaBem, em São Paulo

13/01/2018 13h17

Sabemos que a sua vida deve ser corrida, mas é importante sempre lembrar de dar uma olhada nos produtos que estão acumulados há tempos em seu banheiro, atrás de itens esquecidos, que tornaram-se ineficazes e cujo prazo de validade já expirou faz tempo. Separamos seis itens que deveriam ir de lá direto para a lixeira.

  • Imagem: iStock
    iStock
    Imagem: iStock

    Escova de dentes com mais de três meses de uso

    A Associação Brasileira de Odontologia (ABO) diz que é melhor substituir sua escova de dentes a cada três meses, ou quando as cerdas ficarem desgastadas. Além de limparem de maneira menos eficaz, existe a possibilidade dos germes presentes na sua velha escova dental deixá-lo doente novamente, especialmente após um resfriado ou uma gripe, por exemplo. Melhor não economizar com isso, e depois ter que gastar com remédios, não é?

  • Imagem: Getty Images
    Getty Images
    Imagem: Getty Images

    Pasta de dente com validade vencida

    Depois de fazer uma limpa no armário, você encontrou um produto assim. Apesar de não ser perigoso para a saúde, se for realmente antiga - pense em vários meses após a data de validade impressa - o flúor pode não funcionar corretamente. A consistência da pasta também pode mudar depois de um tempo, tornando difícil espremer para fora do tubo.

  • Imagem: iStock
    iStock
    Imagem: iStock

    Filtro solar que passou da validade

    A Food and Drug Administration (FDA) exige que todos os protetores solares mantenham sua força original por três anos. Depois disso, não há garantia de que o produto proteja sua pele de radiação UV, que é prejudicial. Melhor não arriscar uma queimadura solar dolorosa para descobrir. Se não houver nenhuma data listada, jogue o protetor solar após três anos. Também substitua qualquer produto que tenha mudado de cor ou consistência desde que você comprou.

  • Imagem: iStock
    iStock
    Imagem: iStock

    Medicamentos expirados

    As regras das agências regulatórias de saúde exigem que toda medicação venha com uma data de validade, ou seja, o tempo em que o fabricante garante a potência total e a segurança do produto. Além disso, medicamentos vencidos devem ser levados até uma farmácia para serem recolhidos e receberem destinação adequada. Isso porque, quando jogados direto na lixeira, contaminam o meio ambiente. Faça o descarte adequado.

  • Imagem: Getty Images
    Getty Images
    Imagem: Getty Images

    Cosméticos contra acne abertos há meses

    Itens voltados para esse tipo de problema de pele costumam conter em seus ingredientes produtos como peróxido de benzoíla e ácido salicílico, que precisam ser jogados fora após quatro a seis meses de abertos. Culpa da composição, que tende a perder o efeito rapidamente.

  • Imagem: Getty Images
    Getty Images
    Imagem: Getty Images

    Absorventes internos antigos demais

    Esse tipo de produto têm uma vida útil de aproximadamente cinco anos. Isso porque eles podem se expandir, especialmente se estiverem armazenados em um banheiro úmido e vaporoso. Antes de inserir o produto na vagina, não se esqueça de verificar a embalagem também. Isso garante que o tampão não esteja contaminado, além de ser uma forma de se proteger contra a síndrome do choque tóxico - doença potencialmente fatal ligada ao uso de absorventes internos.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Blog da Adriana Vilarinho
do UOL
Estilo
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Estilo
do UOL
do UOL
Cintia Cercato
Estilo
do UOL
do UOL
do UOL
Estilo
Blog da Lúcia Helena
do UOL
VivaBem
do UOL
do UOL
do UOL
Estilo
Blog do Maurício de Souza Lima
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Blog da Lúcia Helena
do UOL

do UOL

Saiba quais cuidados você deve ter ao usar lentes de contato no verão

Sol, areia, mar, piscina, esportes ao ar livre. O verão é uma época cheia de diversões que ninguém quer perder de vista. No entanto, quem usa lentes de contato precisa tomar alguns cuidados para não sofrer com problemas que podem prejudicar a saúde dos olhos. Veja quando você deve redobrar a atenção ou até mesmo optar pelos óculos.    Em viagens de avião Não é errado usar lentes de contato quando você vai viajar de avião. Porém, é melhor retirá-las, principalmente em voos noturnos ou com mais de quatro horas de duração. Por causa do ar-condicionado da cabine, os olhos tendem a ficar ressacados e as lentes podem provocar desconforto, irritação, coceira e até dor. Antes de viajar, procure o seu oftalmologista para que ele indique um colírio lubrificante.   Veja também: Evite os erros mais comuns ao usar lentes de contato Mulher descobre que tinha 27 lentes de contato em um olho Câncer de pele que não tem nada a ver com o sol é comum no Brasil   Na hora de mergulhar Se não quiser tirar a lente para entrar na piscina ou no mar, use óculos de natação. Na água existem muitas bactérias que podem ficar na lente, aumentando o risco de uma infecção bacteriana, que pode causar úlceras de córnea, por exemplo. Além disso, o cloro utilizado nas piscinas também pode entrar em contato com as lentes e gerar algum tipo de irritação.    Ao praticar esportes  $escape.getH()uolbr_geraModulos('embed-foto','/2018/cuidados-ao-usar-lentes-de-contato-e-praticar-esportes-no-verao-1516050419643.vm')

do UOL
do UOL
Blog da Adriana Vilarinho
Estilo
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
BBC
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Cintia Cercato
do UOL
do UOL
Topo