Movimento

Inspiração pra fazer da atividade física um hábito

8 modas que já levaram (e ainda levam) multidões para as academias

Reprodução/Jane Fonda's Original Workout
Séries de exercícios de Jane Fonda eram "febre" nos anos 80 Imagem: Reprodução/Jane Fonda's Original Workout

Thamires Andrade

Do UOL

19/11/2016 07h20

Nos anos 80, a musculação e as aulas aeróbicas eram os carros-chefe das academias. Ou as pessoas queriam ser musculosas como os atores Sylvester Stallone ou Arnold Schwarzenegger ou esguias como Jane Fonda. Mas, com o passar do tempo, novas modalidades foram criadas e atraíram para o local aqueles que não gostavam de "puxar ferro" nem de vestir roupas coladíssimas. O UOL listou 8 modas que já levaram e continuam levando muita gente para as academias. Confira a seguir:

Fontes: Eduardo Netto, diretor técnico da academia Bodytech, e Saturno Souza, diretor de educação corporativa das academias Bio Ritmo e Smart Fit.

  • Imagem: Getty Images
    Getty Images
    Imagem: Getty Images

    Ginástica aeróbica

    Precursora das aulas coletivas, a ginástica aeróbica surgiu na década de 80 e atraiu muitos alunos para a academia, além de ter marcado o nascimento da indústria fitness, graças a transmissão de aulas na TV com a atriz Jane Fonda e a comercialização de vídeo-aulas. A atividade, no entanto, era de alto impacto --muitos saltos, giros e coreografias intensas.

  • Imagem: Getty Images
    Getty Images
    Imagem: Getty Images

    Step

    Criado na década de 90 por Gin Miller, uma professora de aeróbica que tinha se lesionado durante as aulas, o step é uma atividade aeróbica com bom gasto calórico e baixo impacto. O uso de um material (o banco) que, até então, não era muito utilizado fez com que a aula chamasse atenção dos alunos. Aos poucos, coreografias foram criadas junto com o movimento de subir e descer, o que fez com que a modalidade dominasse a academia por um tempo --sendo que, ainda hoje, ela faz parte da grade de diversos espaços.

  • Imagem: Getty Images
    Getty Images
    Imagem: Getty Images

    Spinning

    Ainda na década de 90, o spinning, que hoje é mais chamado de ciclismo indoor, lotou as academias e fez com que os homens começassem a participar mais das aulas coletivas, já que não era preciso ter qualquer tipo de coordenação motora para pedalar. Antes da modalidade, as academias já contavam com aparelhos ergométricos nas salas de musculação, só que com o spinning foram criados espaços específicos com luzes, televisores e música para deixar a aula mais motivante. A atividade tem baixo impacto, promove condicionamento e auxilia no emagrecimento, o que faz com que ela ainda seja uma das aulas mais queridinhas dos alunos até hoje.

  • Imagem: Getty Images
    Getty Images
    Imagem: Getty Images

    Taebo

    Em 2000, as academias passaram a diversificar a grade das aulas oferecidas e uma das que fez mais sucesso na ocasião foi o taebo, que consistia em uma combinação de taekwondo e boxe. Além de melhorar o sistema cardiovascular, a atividade tinha baixo impacto e melhorava a agilidade, o ritmo e a coordenação motora dos alunos, graças aos socos e pontapés no ar, típicos das lutas marciais.

  • Imagem: Getty Images
    Getty Images
    Imagem: Getty Images

    Aulas da Body System

    No final dos anos 90, a empresa LesMills chegou ao Brasil com o lançamento das aulas Body Systems, que consistiam em atividades pré-coreografadas com uma grande variedade de modalidades: Body Balance (inspirada na ioga, tai chi e pilates), Body Pump (mescla de movimentos de ginástica com peso), Body Combat (reprodução de movimentos de luta), Body Step (atividade com o uso do step), Body Jam (movimentos de dança) e RPM (aula de ciclismo indoor). Posteriormente, em 2000, professores brasileiros criaram o Power Jump (atividade com saltos em um pequeno trampolim). Divertidas e feitas em grupo, todas as modalidades contam com adeptos até hoje.

  • Imagem: Getty Images
    Getty Images
    Imagem: Getty Images

    Pilates

    O fim da década de 2000 foi marcada pela proliferação do método nas academias --antes as aulas só eram encontradas em estúdios específicos. A atividade promove força, equilíbrio, flexibilidade e propicia melhora no condicionamento físico, atributos que fazem com que ela continue firme e forte na grade das academias. Quem também colaborou para a visibilidade do pilates foi a cantora Madonna, que, em entrevistas, atribuía a sua boa forma à prática da atividade.

  • Imagem: Getty Images
    Getty Images
    Imagem: Getty Images

    Zumba

    Em 2012, a Zumba chegou ao Brasil como um das aulas de maior popularidade no mundo, já que a modalidade está presente em 180 países e tem cerca de 15 milhões de adeptos. A aula de dança mescla coreografias simples com ritmos latinos, o que faz com que elas sejam divertidas e agradem diferentes faixas etárias.

  • Imagem: Getty Images
    Getty Images
    Imagem: Getty Images

    Crossfit

    Hoje em dia, o crossfit é considerado a maior franquia fitness do mundo e tem levado muita gente para as academias. Todos os exercícios são baseados em movimentos funcionais e as aulas contam com exercícios dinâmicos e complexos, realizados em pequenos grupos, em que há uma pequena competição entre os praticantes para ver quem termina a execução das tarefas em menor tempo.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Blog do Fernando Guerreiro
Blog Marcio Atalla
do UOL
do UOL
do UOL
Blog do Fernando Guerreiro
Blog do Fernando Guerreiro
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Blog do Fernando Guerreiro
do UOL
do UOL
Blog do Fernando Guerreiro
do UOL
Estilo
do UOL
do UOL
Blog do Fernando Guerreiro
Estilo
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Blog do Fernando Guerreiro
do UOL
Estilo
do UOL
Blog do Fernando Guerreiro
do UOL
do UOL
do UOL
Blog do Fernando Guerreiro
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Topo