menu
Topo

No supermercado

Um manual para te ajudar a comprar melhor

Hambúrguer de mercado é tudo igual? Veja dicas de como escolher o seu

Marcia Albuquerque/VivaBem
Imagem: Marcia Albuquerque/VivaBem

Thais Szegö

Colaboração para o UOL VivaBem

08/10/2018 04h00

Hambúrguer de mercado é tudo igual? Veja dicas de como escolher o seu

Foi-se o tempo que só se encontrava um tipo de hambúrguer no mercado. Hoje em dia, as gôndolas estão recheadas com alternativas feitas de diversos cortes de carne, aves, peixes e até mesmo uma variedade grande de opções de vegetais.

Por isso, dá para variar bastante na hora de consumir esse alimento apresentado na forma de disco. Mas é importante conhecer as suas peculiaridades para que ele não ofereça risco à saúde. Ah! E é claro que os ingredientes usados para acompanhá-lo também fazem muita diferença nessa equação. Veja algumas dicas:

Entre os de carne, prefira os que têm cortes magros como matéria-prima
No mercado existem produtos feitos com picanha, fraldinha, angus, filé mignon, costela e o misto, resultado de uma mistura de carne de boi, de frango e, em alguns casos, de peru. Como não poderia deixar de ser, os que levam cortes mais gordos, como a picanha e a costela, são mais calóricos e mais gordurosos. Sempre compare a quantidade de gordura das tabelas nutricionais na hora de comprar.

Os feitos com ingredientes de aves são mais saudáveis, mas é preciso cuidado na hora do preparo
Como a carne de frango e a de peru são menos gordurosas do que a de vaca, o hambúrguer feito com elas tem as mesmas características. E isso tem algumas desvantagens: como eles são mais secos, muita gente acaba pesando a mão na gordura que adiciona ao cozinhá-los, deixando-os muito mais engordurados do que deveriam. Outro detalhe que tem que ser levado em consideração é que, como a gordura é importante para dar liga no hambúrguer, nesse caso há a necessidade de acrescentá-la na sua fabricação. Por isso, vale a pena dar uma olhada na tabela nutricional e compará-la com a de outros alimentos similares antes de colocá-lo no carrinho. 

Os hambúrgueres de peixe seguem a mesma regra
Em alguns estabelecimentos é possível encontrar hambúrgueres feitos desse animal, normalmente de salmão. Além de ser menos gordurosa do a proveniente da vaca, a carne desse tipo de peixe tem ômega-3, um tipo de gordura do bem que oferece uma lista bem grande de benefícios ao organismo, como ajudar a preservar a saúde do coração, melhorar a memória, fortalecer o sistema imunológico e tornar os ossos mais resistentes.

Os vegetarianos são uma boa aposta, mas vale a pena dar uma olhada no rótulo
No mercado existem produtos feitos com soja, quinoa, ervilha e grão de bico, entre outros. Esses alimentos são boas fontes de proteína vegetal, mas nem todas elas contêm todos os aminoácidos essenciais do qual o organismo precisa. Entretanto, esses hambúrgueres levam vantagem na menor quantidade de gorduras e calorias e na maior oferta de fibras. Mas aqui também vale a pena ficar atento aos ingredientes, pois, como não há a gordura da carne para dar forma ao hambúrguer, em muitos casos os fabricantes colocam outro tipo de gordura para chegar à consistência ideal. 

Fique atento à quantidade de sódio
Como a oferta de hambúrgueres no mercado é muito variada, além da porção de calorias e gorduras, vale a pena comparar também a quantidade desse item nas embalagens. Quanto menor ela for, melhor.

Confira a lista de ingredientes
Existem opções desse tipo de produto que recebem uma adição de gorduras extra, farinha de trigo e conservantes. Definitivamente eles não são as melhores opções.

Veja se o alimento é orgânico
O produto ganha um ponto positivo a mais na hora da escolha se tiver esse atributo, já que seus ingredientes foram produzidos da forma mais natural possível, tratados sem agrotóxicos e outros resíduos químicos.

Informação nutricional

Hambúrguer de picanha

  • Porção 180 gramas (1 unidade)
  • Valor energético: 481 kcal
  • Proteínas: 51 gramas
  • Gorduras saturadas: 12 gramas
  • Gorduras totais: 29,5 gramas
  • Sódio: 97 miligramas

Hambúrguer de filé mignon

  • Porção 180 gramas (1 unidade)
  • Valor energético: 420 kcal
  • Proteínas: 51 gramas
  • Gorduras saturadas: 9 gramas
  • Gorduras totais: 23 gramas
  • Sódio: 100 miligramas

Hambúrguer de frango

  • Porção 180 gramas (1 unidade)
  • Valor energético: 380 kcal
  • Proteínas: 31,5 gramas
  • Gorduras saturadas: 7 gramas
  • Gorduras totais: 20 gramas
  • Sódio: 100 miligramas

Hambúrguer de quinua

  • Porção 180 gramas (2,5 unidades)
  • Valor energético: 295 kcal
  • Proteínas: 11,5 gramas
  • Gorduras saturadas: 0,25 gramas
  • Gorduras totais: 4 gramas
  • Sódio: 210 miligramas


Fontes: Marcia Mayumi Haguiwara, pesquisadora do Centro de Tecnologia de Carnes (CTC) do Instituto de Tecnologia de Alimentos (ITAL), da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo; e Edvânia Soares, especialista em nutrição clínica, geral e esportiva, da Estima Nutrição, em São Paulo.

VIVABEM NAS REDES SOCIAIS
Facebook • Instagram • YouTube